março 02, 2009


Quem sabe ainda sou criança

Ou já sou velho eu não sei

Quem sabe eu já entrei na dança

Quem sabe eu não dancei

Quem sabe eu não saiba nada

Ou saiba tudo que eu não sei

Quem sabe a hora está errada

Ou há horas já erreiTalvez eu deixe você escolher

Quem saiba eu me perca por aqui

Às vezes quero tudo que sonhei

Às vezes o que eu quero é desistir

Pedaços de papel rasgado

Em cima da mesa de um bar

Não fume, não beba, não viva,

Não pense em sonhar

Pedaços de um coração partido

Em frente a uma carta de amor

Não chore, não ligue, não volte,

Não ouse me amar

Milhas e milhas eu fui percorrer

Por milhas eu não soube aonde ir

Às vezes não espero me encontrar

Talvez um dia eu te encontre por aí


Esteban

Nenhum comentário: